Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

vida de gado:

há dias escrevo e reescrevo e não publico um texto, sobre política. sim, justo o assunto que desde muito tento evitar. mas não será desta vez, nem que falo sobre, nem que deixo para lá... daí que, não sei exatamente porque, lembrei de admirável gado novo, de zé ramalho. nunca fui grande fã do cantor, mas confesso que sempre achei essa canção muito intensa, muito bonita. soturna, densa e ao mesmo tempo (e contraditoriamente) ensolarada... pode isso?! no mais, pensei que ela, ainda mais acompanhada desse vídeo que nos apresenta uma são paulo tão cinza, tão triste (mudou pouco, não?!), poderia talvez exprimir o que gostaria de dizer. talvez...

(aliás, essa são paulo me lembra o filme pixote de hector babenco)

a vida tem dessas coisas:

a vida tem dessas coisas, depois de duas noites longas e cheias de altos e baixos, que incluiram o lindo show do marcelo camelo em florianópolis e muita incomodação com quem não foi ético, nem razoável comigo (atiraste uma pedra no peito de quem só te fez tanto bem), um domingo em família (com direito a passeio com a pequena ana beatriz no sling), eis que me liga o grande silvio césar (percussionista, figuraça e dublê de dj) me pedindo para o substituir em um "trampo"... seu filho, que espero que esteja bem, sofreu um acidente de moto e, por isso, cá estou, discotecando na locação de um comercial bacanudo, em uma casa incrível, de frente para o mar. 
mega produção, gente bonita, clima bacana num set (de filmagem) fodão e música boa (de estelle a concha buika)... cansado, mas feliz: vida louca, vida breve, já que que não posso te levar...

andrei yurievitch:

andrei yurievitch nasceu na rússia, vive no rio de janeiro e desenha (também discoteca, mas o foco aqui, por enquanto, não é esse). 



pistinha:

dois nomes bacanudos do pop para pista estão de volta com novos singles-vídeos: o produtor inglês russ chimes (que chega com a mediana back 2 you, aguardemos os possíveis desdobramentos e remixes) e o duo australiano the presets, que nos apresenta a "foderosa" youth trouble (que antecipa o novo álbum, pacifica, agendado para o dia 07 do próximo mês). sou fã.
(aliás, falar em fã e em pop para pista, os pet shop boys também estão de volta, mas ainda não me convenceram...)

mashup que eu gosto:

segunda-feira não precisa ser deprê para ninguém. ainda mais quando se tem uns mashups divertidos para animar o ambiente... vamos de lee dm 101, andré paste, the kleptones e faroff (que mixaram de kraftwerk & duran duran a mc marcelly & britney spears, de new order & nirvana a lmfao & chatuba de mesquita, dentre muitos outros).
se mashup ainda tem algo de contracultural (e tem, né?!), achei apropriado para uma semana em que, teoricamente, deve se decidir o futuro imediato de julian assange... 

(e a condenação do trio pussy riot, hein?!). 


Radioactive Tubular Girls by LeeDM101 / Video by Instamatic from Tim Bearcub on Vimeo.
BRITNEY BITCH - ANDRE PASTE - FOLKATRUA VJS/BOOTIE RIO from bootie rio on Vimeo.

The Kleptones - Brightness & Contrast - Springsteen vs Nirvana vs Cure vs New Order (Instamatic video) from The Videotones on Vimeo.

MAQUINA DE SEXY AND I KNOW IT - DJ JAK & DJ FAROFF - FOLKATRUA VJS/BOOTIE RIO from bootie rio on Vimeo.

la original banda el limón:

para os que não tem vergonha ("românticos"?): la original banda el limón de salvador lizárraga, grupo mexicano cheio de charme e quase nenhuma sutileza, está de novo disco. são quase 50 anos de atividade... abaixo, não apenas o vídeo-single do novo álbum, el primer lugar, mas algumas outras pérolas suas. e se não sabe, saiba que não há somente ironia em minha fala. confesso: essas melodias vestidas em arranjos derramados me interessam.

para quem conhecia apenas fruta madura ou que me digan loco, taí a chance de tomar um trago e dançar agarradinho...

dois meses no mundo:

já era pai. mas fui pai "no susto", aquela coisa aos trancos e barrancos que só com anos engata. já há muito sou presente e constante na vida da camilla, hoje uma "mocinha", mas  o ponto é que a vinda da ana beatriz mudou muito em mim. há exatos dois meses. 

já disse, repito, estou perdidamente apaixonado por essa menina (que na foto posa ao lado do casal jairzinho & simony — suas duas bambolas). uma coisa grande, estranha e quase doída, mas que faz o sorriso permanecer no rosto mesmo de madrugada, quando ela teima em não dormir...

yé ké yé ké:

para animar a sua e a minha quinta-feira cinza, trouxe para cá alguns remixes bacanudos para um hit oitentista dos menos lembrados, yeke yeke, do guineensemory kanté (aliás, como chamamos quem nasce na república da guiné na áfrica?).  
existem muitas versões da faixa espalhadas por aí, nenhuma com o mesma malemolência da original (essa). daí que escolhi para as minúsculas aquelas que me apeteceram... (e que eram ao mesmo tempo bem pista, mas não perdiam de vista o mood da canção)


bons filmes:

dos filmes bacanudos que andei vendo recentemente, cito estes. não viu? veja. valem cada segundo. 
o primeiro, ainda que canse um pouco, pelo modo como foi montado, sem diálogo algum, é uma delícia, especialmente para quem conhece e ama a obra do grande jobim. do segundo não há muito o que se dizer além de emocionante (lírio ferreira e hilton lacerda fizeram um trabalho brilhante). boa oportunidade para se conhecer mais sobre a história do samba. este último, sendo ficção ou não (pois agora?!) é, antes, um grande filme. 

nas olimpíadas do rio de janeiro, madame é ex-my love:

reproduzo aqui um texto que fiz para a revista (digital) qualquer bobagem. uma pequena reflexão que voltou a minha cabeça depois que esbarrei em alguns comentários sobre a participação brasileira na cerimônia de encerramento das olimpíadas... achei bacana a presença de marisa monte, e do gari renato sorriso. houve quem não gostasse. nada mais natural. toda via, o que não se pode negar é que a grande maioria dos brasileiros se sinta representada na cerimônia que se dará por aqui em quatro anos. afinal, o rio e o brasil não são apenas a gente bonita da globo, o caetano veloso e o samba. somos isso tudo e muito mais. assim como londres é mais que arctic monkeys e sir paul mccartney, mas também as spice girls e o taio cruz...
(a canção-vídeo de divulgação acho que ilustra bem o que virá, ou poderá vir... veja aqui)
ao texto:

madame é ex-my love
Vladimir Safatle, articulista da revista Carta Capital escreveu há algumas semanas um texto chamado “A miséria da cultura”. Ali o autor dizia que a de…

beth cavener stichter:

a artista americana, beth cavener stichter, é autora dessas esculturas angustiadas. gosto do seu trabalho e já há algum tempo venho adiando trazê-lo para as minúsculas... daí que, após uma semana cheia e quase sem posts, resolvi que era o momento. 
digamos que essa atmosfera diga um tanto sobre algumas questões com as quais tenho que lidar por agora.

burp:

burp, curta metragem dos sul-coreanos geuntae park, jongki jeon e kyung soo yu, tem enredo tão, digamos, "curioso" que nem precisa de sinopse. pelo contrário, não se deve tentar descrever o que se desenrola ali... da produção, não há muito o que se dizer além de ("apenas"): veja, é divertido. divertidíssimo, aliás...
e por hoje é só. e daqui a pouco a gente volta.

Burp from GEUNTAE PARK on Vimeo.

tropical britannia:

joão brasil acaba de lançar novo trabalho, tropical britannia. um ep todo construído em parceria com alguns novos nomes do cenário londrino, onde o músico vive. do que conheço do seu trabalho autoral, essas novas faixas são um passo adiante. sendo seu fã, há tempos penso que o músico poderia ir além dos (ótimos) mashups e remixes... foi. brasil faz o que se pode chamar de eletro-tropicalismo. pouco conceito, muito balanço. 

minha faixa preferida, até aqui, electronico, o une a colombiana isa gt, que já havia gravado com o foderoso toy selecta (ouça aqui)...