Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

três tristes tigres:

estou lendo (enfim - antes tarde do que nunca) o três tristes tigres do cabrera infante e adorando. pena não poder parar tudo e apenas me dedicar a sua leitura. lembro de quando podia me dar ao luxo de, por exemplo, mergulhar num guimarães rosa e só largar dias depois, após devorar todas as suas páginas... por isso talvez, nos últimos tempos, tenho lido mais biografias e textos jornalísticos que ficções (que demandam um erforço de adaptação a uma linguagem particular).
de todo modo, a josé olympio lançou em fins do ano passado essa bonita (e nada barata) edição do três tristes tigres e eu a ganhei de presente de uma querida amiga e a recomendo a quem, diferentemente de mim, tenha tempo para suas cerca de 500 páginas (de repente, este feriadão pode ser uma grande oportunidade, hein?!?).
(a tradução é de luís carlos cabral)

zimbher & o'zunido:

estava tudo resolvido na minha cabeça, até pouco menos de meia hora atrás: faria aqui um textinho sobre um disco pelo qual sou apaixonado (e que não ouço já há algum tempo, jordan, the comeback do prefab sprout...), mas não deu, zimbher & o z'unido se atravessaram em meu caminho.


já há muito tempo, por causa da minha profissão, ganho mais discos do que posso ouvir. ainda assim, ouço quase todos, ainda que às vezes possa demorar. daí que hoje, pela manhã, enquanto colocava em dia meus imeius, armava algumas coisas para a semana que se inicia e tomava meu café de todo dia, coloquei o zimbher & o z'unido (o álbum) pra tocar. mudei os planos. o trabalho do músico, presidente da cooperativa de música de são paulo, com quem estive por dois dias na semana passada (durante o lançamento do edital 2010/2011 do projeto rumos música do itaú cultural), e com o qual ri de inúmeras bobagens ditas por nós e por outrem (me perdoe, mas sempre quis usar outrem aqui...), me surpreendeu. e …

scmc 2010 - conectando pessoas:

aqui está o vídeo com a música tema da edição 2010 do scmc - santa catarina moda contemporânea. a faixa foi criada por isaac varzim, paula felitto, jean mafra e tiago franco e foi apresentada ao vivo (e em uma versão um pouquinho diferente) pelos três primeiros, neste sábado último, durante o intervalo dos desfiles do evento (na green valley, balneário camburiú).

curiosidade: o tema do evento neste ano era conexão/colaboração... (no nosso caso funcionou!)



Vinheta CONNECT SCMC 2010 from Catarina TV on Vimeo.

nesta quinta agora:

tem o lançamento do rumos música do itaú cultural em florianópolis, no teatrinho da ufsc (com conversas e show do cravo da terra, às 20 horas - mais: conversas na sexta, 26 - incluíndo aí uma sobre as redes associativas que vem ditando a nova cara da música brasileira (fórum permanente de música, música pra baixar, circuito fora do eixo...) e outra do pessoal da cooperativa de músicos de são paulo).
a noite rola festinha na célula (a partir das 23 e 30): sambacana groove especial com dj anônimo e jean mafra nas pickups + alguns vídeos bizarros de zimmer, o bárbaro.
é isso. o convite está feito.

as coisas aconteceram mais ou menos assim:

queria eu ter podido dormir e respirar melhor nestes últimos dias. não deu. não tive tempo. pro blog mesmo, nem se fala. mas não posso negar minha contenteza em trabalhar com aquilo que me dá prazer (isso não quer dizer que não gerencio estresses (tem plural pra isso?!?), a diferença é que posso pensar: que pior seria se tivesse que trabalhar como representante da tim para vendas de planos corporativos...). mas sigamos adiante, afinal, após uma semana sem dar as caras por este endereço, tudo que se deve imaginar a respeito é que tenho feito algo além de me preocupar com a quantidade leite em meu café.
foi na terça, quando iniciei (preciptadamente, talvez) umas mudanças no lay out das minhas minúsculas, que, ao lado deisaac varzim (superpose, florian bill, cairo) - e com colaboração de tiago franco (dj e produtor das festas devassa, rocket e outras), terminei de compor a trilha da quinta edição da scmc - santa catarina moda contemporânea. mais importante evento da indústria textil e de …

mudança de visual:

talvez não dê pra notar, mas ando mudando umas coisinhas na minha vida... o blog, provavelmente, sofrerá outras alterações até eu encontrar um modelo que considere realmente bonito. a verdade é que a mudança que quis aplicar era apenas para fazer caber vídeos em widescreen nas postagens, mas aí pensei, poxa, e porque não mudar?!? (já que este endereço já tem praticamente um ano e meio e nunca foi alterado?!?)

no mais, entre a noite de hoje e a de sábado devo estar fora do ar, por isso é provável que uma nova alteração por aqui demore um pouquinho para acontecer.

(ah, a imagen ao lado está aí pura simplesmente porque é a capa do disco que agora ouço...)

discotecando no blog:

a idéia de discotecar no blog é mais para apresentar vídeos de faixas dançantes com as quais esbarrei, do que querer ser novidadeiro ou descolado. adoro disco music (ou discoteque, como se dizia quando eu era criança) e venho, já há algum tempo, pesquisando canções que me deixam ansioso para poder dividi-las com quem quer que seja... a verdade é que, queria já ter colocado mais coisas por aqui (como giorgio moroder, por exemplo, para dar continuidade ao post sobrespace disco de uns meses atrás), mas não tenho tido tanto tempo quanto gostaria...
desta vez, simplesmente, juntei alguns vídeos diferentes tirados de filmes de bollywood (como chamam a indústria cinematográfica da índia). tem até um, (o segundo) o hit jaan pehechaan ho (de 1966) que não tem nada de disco, mas que preferi incluir nesta série porque além ser ótimo, ter um coreografia de encher os olhos... ah, antes que alguém pergunte: não sei nada a respeito dos artistas ou vídeos disponibilizados abaixo. fui os encontrando e …

e para sexta?

nesta sexta acontece a estréia da festa opa! na célula. idealizada e produzida por felipe melo, o projeto, me parece, ainda ganhará novos contornos (e um maior fôlego criativo) em suas próximas edições. torço pela iniciativa, pois sei que felipe é, além de talentoso produtor musical (que começa a colocar as manguinhas de fora), um aglutinador - e é de gente assim que precisamos para movimentar a produção musical local. fico feliz também, porque além das bandas foxxy, south side e tj trio, o projeto receberá um dos mais interessantes (novos) grupos locais, balanço bruxólico. que aproveita a ocasião e lança o clipe da canção moçambase. além da boa presença de palco e de algumas letras que mesmo se arriscando por temas batidos surpreendem, o quarteto tem no estranho (e bonito) timbre vocal de gabriel jacomel um de seus trunfos. preparei um mix tape recheado de mashups roqueiros para animar os intervalos entre as bandas que tocam por lá, já que discoteco...

...longe dali, no vecchio giorgi…

fragmentos sobre brasília:

era para ontem eu ter colocado algo como isso que digo agora por aqui. não deu, estava ocupado com outras tarefas e cheio de sono (embora tenha, ainda assim, ido dormir depois das três da manhã).

brasília não foi tão quente quanto poderia imaginar e muito menos tão seca quanto a propaganda que fizeram... amei, como sempre amo, estar cercado por gente de todos os tipos/interesses/lugares (artistas de circo, teatro, música, moda, arte digital, cultura popular e de outras áreas se encontraram nas pré-conferências setoriais organizadas pelo ministério da cultura) nestes dias, no planalto. mas, mais ainda, amei poder estar acompanhado de três companheiros (guilherme zimmer, alexei leão e bernardo sans), de santa catarina, que ajudaram a fazer a participação de nosso estado (ao menos na área da música) ser um dos destaques.

noites longas e cheias de conversas de trabalho (que começou assim que desembarcamos e que só se encerrou ao tomarmos o táxi rumo ao aeroporto), mais os apoios que tivemos…

pré-conferência de cultura:

estou em brasília. esta é a primeira vez que passo mais que algumas horas aqui. achei linda a cidade. coisa besta dizer, mas não dá pra negar.

vim para cá representando santa catarina (e de certo modo também o mpb) na pré-conferencia setorial que o ministério da cultura organizou para determinar algumas das diretrizes que nortearão o orgão - e pautarão (parte d)a vida artística brasileira - nos próximos anos. estou feliz de fazer parte disso. estou feliz de ver como tantas pessoas querem e lutam para construir, na área da música, um circuito independente, forte e ético. estou feliz de estar aqui com guilherme zimmer e alexei bueno, que junto comigo foram eleitos por nossos companheiros de profissão em nosso estado. e levo boas novas em nosso retorno.

no mais, espero que ninguém que não mereça sofrer precise voar com a tam (pois sei o quão isso pode ser ruim - pior é saber que a gol não é tão diferente assim...).

a GENTE vive na mesma CIDADE, faz som DIFERENTE e se encontra AQUI:

desde janeiro venho editando as imagens que darão no filme a GENTE vive na mesma CIDADE, faz som DIFERENTE e se encontra AQUI, captadas durante o show de mesmo nome. foi a partir deste material, com que eu e alexandre sucupira estamos trabalhando, que surgiram esses clipes de divulgação do projeto...


(a foto acima é de cassiano ferraz)

________________________








andré dahmer:

conheci o trabalho de andré dahmer há uns dois anos e o estou revisitando agora, através do livro negro de andré dahmer (desiderata, 2007). o indico a quem não tem problemas com humor negro (e ri de coisas que deixa a maioria, principalmente aquela mais bem comportada e políticamente correta, incomodada). a quem não puder gastar agora, mas quiser conhecer um pouco mais de seu trabalho, sugiro o site os malvados (projeto que deixou o artista conhecido).



aos interessados, algumas pílulas de dahmer:









onde você estava quando eu acordei?

há dois anos, entre fevereiro e março de 2008, passei três semanas no rio, trabalhando na criação da trilha do espetáculo onde você estava quando eu acordei? (com texto e direção de sidnei cruz e com elenco formado por marcia do valle e cristina flores). a peça, uma comédia de humor ácido, era inspirada no texto (scum manifesto - uma proposta para a distruição do sexo masculino) de uma das mais importantes feministas da década de 60, valerie solanas (aquela mesma que deu um tiro em andy warhol).

onde você estava, cuja estréia aconteceu no dia 17 de março, ficou em cartaz inicialmente por apenas dois meses (seria apresentada ainda em uma breve tour pelo nordeste e em mostras/festivais em alguns estados) e teve sua temporada encerrada com uma divertida festa, que contou com uma pequena apresentação minha (acompanhado por marco antônio jaguarito) na frente do teatro casa mercado, centro do rio.

na época, a canção tema, cantanda pelas atrizes durante a peça, foi disponibilizada para downloa…